Página Inicial

                     

 

 

 

 

 

 

 
Em Cena

O BEM, O MAL E O ASSIM-ASSIM

   maiores de 12 anos

Depois das duas incursões anteriores na obra de Gonçalo M. Tavares – O Senhor Juarroz (2007) e O Senhor Valéry (2009), eis estes inéditos “diálogos entre dois excelentíssimos sujeitos”, a que o Autor chamou O Bem, o Mal e o Assim-Assim.

Estamos perante uma troca de argumentos acerca da natureza do bem e do mal, os quais se entrecruzam numa ininterrupta sucessão de falas que rodam sobre si mesmas sem que se aponte uma solução. Os dois “sujeitos” não têm nome. Ao interpelarem-se por “excelência”, instalam um clima dominado pela ironia, ao mesmo tempo que retiram a possibilidade de estabelecer qualquer diferenciação de natureza social ou de personalidade entre ambos. A estas duas vozes junta-se uma outra, que já não procura interlocutor, mas tenta apenas comunicar consigo própria, ora por gestos, ora por restos de frases. Tudo em consonância com um ambiente já de si desmoronado.

Estamos confrontados com as ruínas de uma ética social? Ou com um tempo de transição, em que o passo decisivo para compreender o mal e o seu lugar na vida quotidiana fica por dar?

Na ausência de uma trama narrativa, temos um exercício reflexivo sobre a compreensão do mal, tomando como única bitola o bem. O dilema que se coloca a estas “figuras” é que o mal é tão real como o bem: nenhum deles pode existir sem o outro. É a partir desta constatação que «os dois sujeitos» se erguem como personagens, procurando ver o mundo que os rodeia a partir de outros ângulos.Quiçá com a vontade renovada de recomeçar, começar sempre com a mesma alegria e o mesmo olhar primordial do mundo, embora saibam que o tempo é outro…

João Luiz

Ficha artística e técnica

                                                                   

Texto Gonçalo M. Tavares

Encenação João Luiz

Dramaturgia Maria João Reynaud      

Cenografia João Calvário

Figurinos Susanne Rösler

Composição musical Pedro Junqueira Maia 

Desenho de luz Rui Damas  

Interpretação Patrícia Queirós, Rui Spranger e Valdemar Santos

Construção e montagem Rui Azevedo

Coprodução Pé de Vento - TNSJ

TECA - Teatro Carlos Alberto

21 a 30 de outubro

4ª às 19h - 5ª a sábado às 21h - domingo às 16h 

informação e reservas: Teatro Nacional São João

Tel: 800 108 675 (nº grátis a partir de qualquer rede)

Email: bilheteira@tnsj.pt

... ...

 

voltar ao topo

Em Cena

Programação
Notícias
A Companhia
A Equipa
Fotografias
Teatro da Vilarinha
Historial
Bilheteira | Loja

Contactos

Links